Assembleia Constituinte aprova antecipação de eleições regionais na Venezuela

Iniciativa surgiu durante sessão especial na qual os constituintes confirmaram indicações de quatro de cinco autoridades para o Conselho Nacional Eleitoral do país

A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela aprovou neste sábado (12/08) o adiantamento de dezembro para outubro das eleições regionais, que deveriam ter ocorrido no final do ano passado e que haviam sido suspensas em duas ocasiões.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A proposta foi apresentada nesta sexta (11/08) pelo constituinte Earle Herrera e aprovada pelos mais de 500 representantes da ANC, que apontaram para o objetivo de "responder com votos às ameaças" contra o país. 

A iniciativa surgiu durante uma sessão especial na qual os constituintes confirmaram as indicações de quatro de cinco autoridades para o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), todas ligadas ao governo de Nicolás Maduro.

Agência Efe

Assembleia Constituinte antecipou eleições regionais na Venezuela

Ministro da Defesa venezuelano diz que ameaça militar de Trump é 'loucura'

Maduro responde a expulsão de embaixador e manda embora encarregado de negócios do Peru

Países da América Latina rejeitam ameaça de ação militar de Trump contra Venezuela

 

"Contra as ameaças, vamos responder com votos. Que siga a festa eleitoral na Venezuela", disse hoje a presidente da Assembleia Constituinte, Delcy Rodríguez, sobre o projeto aprovado.

Com o acordo, a presidente Assembleia Constituinte afirma que as eleições regionais consolidarão a "paz e a tranquilidade" trazidas pelo pleito para escolher os representantes do próprio órgão, realizado no último dia 30 de julho. Além disso, Rodríguez afirmou que "fatores antidemocráticos" não terão espaço para repetir suas "agendas violentas e criminosas de desestabilização".

A Mesa da Unidade Democrática (MUD), principal aliança de oposição do país, ainda não se pronunciou sobre a antecipação das eleições. A previsão é que o CNE dê mais informações sobre a realização do pleito em breve.

A proposta da Assembleia Constituinte foi aprovada horas depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter afirmado que cogita uma "opção militar" para resolver a crise na Venezuela.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

Publicidade

A XV Semana de Relações Internacionais da PUC-SP se propõe a debater diversos temas de suma importância no mundo global, diverso, construído por múltiplas interseccionalidades e difíceis obstáculos que emergem em tempos nebulosos, incertos e de repressão e transgressão. Assim, o Centro Acadêmico de Relações Internacionais da PUC-SP convida todos a participarem de uma semana repleta de debates, circunscrevendo: a Segurança Pública e Internacional; aos desafios da migração num mundo de muros e fronteiras; aos direitos em oposição com a determinação neoliberal; aos discursos de resistência e política do Sul outrora colonizado; a inserção internacional brasileira pela política externa e comercial; aos desafios da saúde num mundo global e capitalista. Mini-cursos sobre desenvolvimento da África e narrativas alternativas ao desenvolvimento progressivista na América Latina e um workshop com a Professora Dra. Mônica Hirst serão oferecidos
Leia Mais

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias