EUA: Dezenas de manifestantes são presos após protesto contra absolvição de policial que matou jovem negro

Manifestações iniciaram na sexta-feira (15/09) em Saint Louis após justiça alegar que Jason Stockley agiu em legítima defesa

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

Cerca de 80 pessoas foram presas na madrugada desta segunda-feira (18/09) em Saint Louis, no Missouri, cidade dos Estados Unidos que viveu a terceira noite de protestos pela absolvição de um ex-policial branco que matou um jovem negro.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Essas detenções se somam às 32 realizadas ao longo do fim de semana durante os protestos que começaram na sexta-feira (15/09), quando um juiz declarou inocente o ex-policial Jason Stockley. Ele era julgado pela morte do jovem negro Anthony Lamar Smith, de 24 anos.

O policial achava que Smith estava vendendo drogas na porta de um restaurante e começou a segui-lo com a viatura. O jovem acelerou e acabou batendo em uma árvore. Quando se aproximou do carro do suspeito, Stockley atirou, em suposta legítima defesa, porque o jovem estaria armado.

Danny Wicentowski

Protesto contra absolvição de Jason Stockley por assassinar jovem negro em Saint Louis

Milhares vão às ruas das principais cidades dos Estados Unidos protestar contra eleição de Trump

Contra PEC 55, ruas e estradas de São Paulo amanhecem bloqueadas

Terceiro dia de protestos contra Trump termina com homem baleado

 

O juiz considerou que o agente não era culpado das acusações porque foi obrigado a disparar devido à "conduta perigosa" de Smith.

Com gritos de "sem justiça não há paz", centenas de pessoas foram às ruas neste fim de semana com cartazes que levavam as palavras "Black Lives Matter" (Vidas de negros importam), lema do movimento que denuncia a violência policial contra os afro-americanos.

As manifestações foram pacíficas ao longo do dia. O ato de domingo (17/09), com mais de mil pessoas, foi o maior dos últimos dias, segundo os organizadores.

Em resposta, os agentes usaram gás de pimenta para dispersar um grupo de manifestantes que seguia na rua.

Os protestos de Saint Louis lembram os registrados em Ferguson, em agosto de 2014, quando outro policial branco matou o jovem negro Michael Brown e, posteriormente, foi inocentado das acusações.

A morte de Brown e de outros negros por agentes brancos provocaram vários protestos contra a violência da polícia contra as minorias nos EUA.

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Mulheres começam a dirigir na Arábia Saudita

Abertura é reflexo de uma mobilização de quase três décadas em defesa dos direitos das mulheres sauditas; as primeiras campanhas pelo direito a dirigir ocorreram nos anos 1990