Rússia: Putin diz que vai se candidatar à reeleição nas eleições de 2018

Aos 65 anos, Vladmir Putin já exerceu a presidência entre 2000 e 2008, além de ter sido primeiro-ministro em duas oportunidades

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, confirmou nesta quarta-feira (06/12) sua candidatura às eleições presidenciais de 18 de março de 2018.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

De acordo com a agência Interfax, o mandatário fez o anúncio durante um discurso a trabalhadores de uma montadora em Nizhny Novgorod.

Aos 65 anos, Putin exerceu a presidência entre 2000 e 2008, além de ter sido primeiro-ministro em duas oportunidades, a primeira entre 1999 e 2000, e a segunda entre 2008 e 2012.

Caso seja reeleito, ficará no cargo até 2024. "A Rússia seguirá para uma direção: adiante", disse o presidente.

Itália: Liga e Movimento 5 Estrelas indicam jurista Giuseppe Conte para cargo de primeiro-ministro

Ex-líderes europeus pedem libertação de Lula

Coreia do Norte suspende reunião com Coreia do Sul e ameaça cancelar encontro com Trump

 

Kremlin

Putin anunciou que irá se candidatar à reeleição em 2018

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Escravidão e Liberdade

Escravidão e Liberdade

A editora Alameda traz uma seleção especial de livros escravidão, abolição do trabalho escravo e sobre cultura negra. Conheça o trabalho de pesquisadores que se dedicaram profundamente a esses temas, centrais para o debate da questão racial e da história do Brasil. 

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Irlandeses votam a favor da legalização do aborto

Maioria significativa respondeu com 'sim' em referendo sobre reforma da atual legislação do aborto na Irlanda, uma das mais restritivas da Europa; autoridades governamentais saúdam vitória da democracia em dia histórico

 

Philip Roth: um escritor aberto ao outro

Aos poucos, a geração de escritores que me formou e que foi decisiva na minha opção por estudar a literatura contemporânea vai terminando; e eu vou ficando cada vez menos contemporâneo