Hoje na História: Radio City Music Hall é inaugurado em Nova York

Hoje na História: Radio City Music Hall é inaugurado em Nova York

Max Altman

No auge da Grande Depressão, em 27 de dezembro de 1932, milhares de norte-americanos foram às portas do Radio City Music Hall, um deslumbrante teatro em estilo art deco em Nova York, aguardar a inauguração. O Radio City Music Hall estava planejado para ser um palácio de espetáculos para o povo, um lugar de arte e beleza, onde as pessoas comuns poderiam assistir a espetáculos de alta qualidade. Desde a sua abertura, mais de 300 milhões de pessoas estiveram no teatro para se entreter com filmes, musicais, concertos e eventos especiais.



O Radio City Music Hall foi uma criação do magnata do petróleo John D. Rockefeller Jr., que decidiu fazer do teatro a pedra angular do Complexo Rockefeller, que ele havia construído na anteriormente abandonada região do centro da ilha de Manhattan. O teatro foi erguido em parceria com a Radio Corporation of America (RCA) e projetado pelo arquiteto Donald Deskey. O resultado foi uma obra-prima de graça e elegância em art deco, que utilizou uma gama variada de materiais, inclusive alumínio, lâminas de ouro, mármore, vidro e cortiça. Uma ornamentação geométrica pode ser vista em todo o teatro, representando o tema central de Deskey, o “progresso do Homem”. O famoso “Grande Palco”, medindo 20 metros de profundidade e 35 metros de largura, assemelha-se a um pôr-do-sol. Seu sofisticado sistema de elevadores hidráulicos permite efeitos especiais de cenários. Muitos dos equipamentos originais ainda hoje estão em uso.

Em suas primeiras quarto décadas, o Radio City Music Hall serviu alternadamente como local de grandiosas estréias cinematográficas e de shows musicais de gala. Mais de 700 filmes tiveram sua estréia lá desde 1933. No final dos anos 1970, o teatro mudou seu perfil e passou a apresentar concertos de grandes cantores populares. O show de Natal, o The Radio City Music Hall Christmas Spectacular, que estreou em 1933, arrasta mais de um milhão de espectadores todos os anos. O show apresenta as ágeis sapateadoras, as Rockettes, um conjunto de dançarinas de grande precisão, que tem sido a principal atração desde os anos 1930.



Em 1999, o local passou por uma restauração que levou sete meses e custou mais de 70 milhões de dólares. O Radio City Music Hall continua sendo até hoje o maior teatro do mundo.
 

Comentários

Leia Também