Grécia aprova lei de identidade de gênero para pessoas transsexuais

Legislação foi aprovada com 171 votos a favor e 144 contra; entre os contrários estavam o partido de ultradireita Aurora Dourada e o Partido Comunista Grego (KKE)

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

A Grécia aprovou na última terça-feira (10/10) legislação permitindo que pessoas trans possam trocar sua identidade de gênero a partir dos 15 anos em seus documentos e todo tipo de registro legal, sem ser necessário demonstrar nenhum tipo de operação nem diagnóstico psiquiátrico.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

Antes da decisão, pessoas trans não podiam trocar documentação sem a apresentação de provas de operação cirúrgica, além de aval de psiquiatra diagnosticando "desordem de gênero". Agora, bastará a declaração da pessoa interessada, solicitando a mudança de gênero na documentação.

'Burlar paz integral não pode ser plano de governo', diz FARC após eleição de Duque na Colômbia

Apoiado por ex-presidente Uribe, direitista Iván Duque é eleito presidente da Colômbia

Siga apuração do segundo turno das eleições presidenciais na Colômbia

 

 A conquista foi festejada pela comunidade LGBT e coletivos trans na Grécia, que vem travando uma luta há décadas pela garantia de direitos.

Agência Efe

Ativistas trans acompanham a votação da lei no parlamento grego

No Parlamento grego, a lei foi aprovada com 171 votos a favor, incluindo os do partido do governo, Syriza. Enquanto outros 144 votaram contra, pertencentes aos grupos conservadores da Nova Democracia, União de Centro, a ultra-direita da Aurora Dourada e ao KKE – Partido Comunista Grego.

Leia Mais

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias