EUA estudam enviar ajuda financeira a norte-americanos durante pandemia de coronavírus

Secretário do Tesouro, Steve Mnuchin, afirmou que pretende começar a enviar os cheques de ajuda em duas semanas; esse será 'um plano de recuperação econômica muito importante', disse

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin, afirmou nesta terça-feira (17/03) que governo norte-americano estuda enviar uma ajuda financeira aos cidadãos do país durante a pandemia do novo coronavírus. 

Mnuchin disse que está conversando com os líderes do Congresso para tentar articular o plano dos pagamentos aos norte-americanos. O presidente Donald Trump afirmou que alguns cidadãos afetados pela crise poderão receber até US$ 1.000 (quase R$ 5.000).

O secretário afirmou que pretende começar a enviar os cheques de ajuda em duas semanas. O político prometeu que esse será "um plano de recuperação econômica muito importante".


Siga EM TEMPO REAL e com gráficos didáticos o avanço do novo coronavírus no mundo


"Vamos vencer e acho que vamos vencer mais rápido do que as pessoas pensam, espero", disse Trump durante a coletiva de imprensa.

White House
Secretário do Tesouro dos EUA afirmou que pagamentos podem começar em duas semanas

Após o anúncio do governo norte-americano do seu plano de apoio econômico, os índices da Wall Street subiram, após os mercados registrarem perdas históricas nesta segunda-feira (16/03).

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos possuem pouco mais de 5,7 mil casos confirmados da doença e registrou 94 mortes por coronavírus.

(*) Com Ansa.

Comentários