Marinha argentina confirma 'explosão' em região onde submarino entrou em contato pela última vez

Informação da explosão foi repassada a Buenos Aires pelo embaixador argentino na Áustria, Rafael Gross; há 44 tripulantes no submarino

O porta-voz da Marinha da Argentina, Enrique Balbi, confirmou nesta quinta-feira (23/11) que houve um “evento anômalo, curto, violento e não nuclear”, equivalente a uma explosão na região onde o submarino ARA San Juan entrou em contato pela última vez com a equipe em terra.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

A informação da explosão foi repassada a Buenos Aires pelo embaixador argentino na Áustria, Rafael Gross.

“Recebeu-se uma informação sobre um evento anômalo, singular, curto, violento e não nuclear, consistente com uma explosão. O senhor embaixador na Áustria é membro também da Organização de Controle de Provas Nucleares, que conta com uma rede de estações sísmicas hidroacústicas para verificar precisamente a não realização de ensaios nucleares”, afirmou Balbi, em entrevista coletiva à imprensa.

Busca por submarino argentino entra em fase crítica

Marinha argentina diz que não há sinal do submarino

Argentina investiga 'ruído' em área de busca por submarino desaparecido

 

Segundo o jornal Clarín, os familiares dos 44 tripulantes do submarino desaparecido foram informados do ocorrido pouco antes da imprensa. A entrevista de Balbi, ocorrida do lado de fora do prédio da Marinha, chegou a ser interrompida por uma pessoa que gritou “Mataram meu irmão, filhos da puta”.

A explosão foi registrada às 11h (12h em Brasília) do dia 15 de novembro, data do sumiço da embarcação, a cerca de 50 quilômetros ao norte do último contato, que foi feito por satélite quatro horas antes do desaparecimento.

A busca incessante pelo equipamento militar conta com a participação de mais de 10 países, incluindo o Brasil. A estimativa era que os tripulantes tivessem suprimento de oxigênio somente até a quarta-feira (22/11).

Wikimedia Commons

Autoridades argentinas confirmaram que houve uma explosão em local próximo de onde submarino entrou em contato pela última vez

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Outras Notícias

PUBLICIDADE
X

Assine e receba as últimas notícias

Destaques

O melhor da imprensa independente

PUBLICIDADE

A revista virtual
desnorteada

Mais Lidas

Últimas notícias

Protesto anti-Trump acaba em confronto no Líbano

Violência segue intensa no Oriente Médio após decisão americana de reconhecer Jerusalém. Policiais reprimem manifestação perto da embaixada americana em Beirute e, na cidade disputada, oficial israelense é esfaqueado