Governo da Colômbia e ELN anunciam retomada das negociações de paz, suspensas desde janeiro

'Atenderemos ao chamado do presidente Santos para reiniciar as conversas', afirmou o Exército de Libertação Nacional; partes voltarão a se reunir em Quito

Esteja sempre bem informado
Receba todos os dias as principais notícias de Opera Mundi

Receba informações de Opera Mundi

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, anunciou nesta segunda-feira (12/03) que o governo vai retomar as negociações com o grupo guerrilheiro Exército de Libertação Nacional, que estavam suspensas desde janeiro. O grupo também confirmou a volta das conversas.


Clique e faça agora uma assinatura solidária de Opera Mundi

“Necessitamos falar, dialogar, negociar. E é isso que estou autorizando hoje: que se retomem as conversas”, disse Santos, em pronunciamento no Palácio de Nariño, sede do governo. “O objetivo é avançar na discussão e nos acordos sobre os pontos que se estavam debatendo simultaneamente: o da participação cidadã e o das ações e gestos humanitários que devem ser  dados para construir a paz.”

De acordo com o comando central do grupo, “agora que o governo de Santos decidiu retornar à mesa de diálogos, se iniciará em Quito o quinto ciclo de conversações, que estava pactuado para começar no último dia 9 de janeiro – mesmo dia em que terminou o histórico cessar-fogo bilateral de 101 dias de duração”.

“Atenderemos ao chamado do presidente Santos para reiniciar as conversas, com a convicção de que é melhor fazer o diálogo em meio a um cessar-fogo bilateral, e que há que se desenvolver a agenda pactuada com rigorosidade e celeridade”, disse.

ELN anuncia interrupção de operações militares durante eleições na Colômbia

Saúde de Timochenko e episódios de violência tiram FARC de campanha presidencial da Colômbia

Colômbia faz primeira eleição com participação das Farc

 

Segundo Santos, desde que interrupção dos conflitos foi suspensa, “foram muitos os mortos de lado a lado, muitos os feridos, muitas as vítimas. Isso é o que devemos parar”.

Juan Manuel Santos/Twitter

Governo e ELN voltarão às mesas de negociação

Eleições

O anúncio do presidente colombiano ocorre logo depois das eleições legislativas deste domingo (11/03) e também após o ELN ter decretado um cessar-fogo unilateral durante o período de votação. De acordo com Santos, “gestos” como o cessar-fogo unilateral dão “confiança” a Bogotá para continuar as negociações.

A retomada das negociações vem, também, após muita pressão do grupo, de movimentos sociais e do governo do Equador – país onde ocorrem as conversas – para que isso ocorresse.

(*) Com teleSUR

Outras Notícias

X

Assine e receba as últimas notícias

Receba informações de Opera Mundi

Destaques

Publicidade

Faça uma pós agora!

Faça uma pós agora!

A leitura literária é um fator importante na construção de relações humanas mais justas. Do mesmo modo, a formação de leitores críticos é imprescindível para a constituição de uma sociedade democrática.

Por isso, torna-se cada vez mais urgente a abertura de novos e arejados espaços de interlocução qualificada entre os sujeitos que atuam nesse processo, em diversos contextos sociais.

A proposta do curso é proporcionar, por meio de discussões abrangentes e aprofundadas sobre a formação do leitor literário, uma reflexão ancorada principalmente em três áreas do conhecimento: a teoria literária, a mediação da leitura e a crítica especializada.

Leia Mais

A revista virtual
desnorteada

O melhor da imprensa independente

Mais Lidas

Últimas notícias

Justiça da UE condena Alemanha por poluição da água

Tribunal de Justiça da União Europeia considera que Berlim não fez o suficiente para deter contaminação de águas subterrâneas por nitrato; índices continuam altos apesar de leis mais severas para fertilizantes agrícolas