Cristina Kirchner anuncia candidatura a vice-presidente da Argentina

Em vídeo com cerca de doze minutos, a senadora declarou que está "mais convencida do que nunca de que as expectativas ou a ambição pessoal precisam estar subordinadas ao interesse global"

A ex-presidente Cristina Kirchner anunciou neste sábado (18/05), por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais, que irá concorrer como vice-presidente de Alberto Fernández nas eleições primárias argentina.  

Em vídeo com cerca de doze minutos, a senadora declarou que está "mais convencida do que nunca de que as expectativas, ou a ambição pessoal, precisam estar subordinadas ao interesse global".

Kirchner reconheceu que teve diferenças com Fernández, mas que decidiu procurá-lo pois reconhece a capacidade que ele tem em lidar com situações adversas. Fernández foi chefe de gabinete de Néstor Kirchner (2003-2007).

"Estou convencida que com essa integração que estamos propondo é a que melhor expressa o que é necessário na Argentina neste momento para convocar os mais amplos setores sociais, políticos e econômicos. Não somente para ganhar uma eleição, mas para governar", disse Kirchner.

No vídeo ainda afirmou que a situação dos argentinos e do país são "dramáticas". "Nunca houve tanto problemas alimentares, trabalho, pessoas chorando diante de uma conta de luz ou de gás impagável. A dívida externa em dólares contraída em apenas três anos é maior do que a que a Néstor recebeu inadimplência", afirmou.

Com este anúncio, termina meses de especulações no âmbito político, e na mídia, sobre o futuro político de Kirchner, e coloca o foco principal no advogado Alberto Fernández, candidato do partido Unidade Cidadã.



(*) Com teleSUR.

Reprodução
Kirchner anunciou concorrer à vice-presidência junto com o ex-chefe de gabinete de seu governo.

Comentários